Diferente de um serviço comercial, a Direção Norueguesa de Imigração (UDI), não tem como principal objetivo agradar as pessoas, mas precisa engajá-las para ter sucesso. Caso o engajamento seja pouco considerado, os imigrantes e os serviços de imigração arcam com o custo do tempo perdido, dinheiro e reservas. Para que isso não aconteça, o serviço deve ser fácil de navegar para uma utilização eficiente e eficaz.

Escrito por,
Ben Reason, Anders Kjeseth Valdersnes

Publicado por,
Touchpoint Journal, Service Design Network
(Volume 5 Número 2, Setembro 2013)

Leia esta publicação

Tags: